quinta-feira, 10 de março de 2011

Cinzas


E de ti, um retalho de fantasia foi somente o que me restou,
Ainda com uns poucos reflexos de alegria,
Porém não transmitindo sequer um fio de calor.
Até as serpentinas não ficaram sozinhas, o vento as acompanhou,
Nem o Pierrot disputava mais com Arlequim o coração da Colombina
Mas teu encanto, pelo qual tanto torcia, a quarta-feira de cinzas quebrou.
E eu que pensei que poderias ser, quem sabe, meu amor,
Não apenas este bom retrato mudo sobre a estante
Ou o perfume de ausência impregnado no meu cobertor. 

33 comentários:

  1. massa os versos, e em tempos de carnaval, tudo haver!

    Acho q todo mundo ja teve esse momento de Pierrot do seu poema!

    Abss

    http://www.estilodistinto.com/

    ResponderExcluir
  2. "Para suportar a tristeza basta um, mas para desfrutar a felicidade são precisos dois."
    (Elbert Hubbard)
    Lindo o teu texto , Junior.
    Abraços meu querido e Obrigada pelo carinho .

    ResponderExcluir
  3. Ai, Junior... está cada dia mais difícil de te comentar, meu amigo. rs

    Isso pq vc tem escrito cada coisa linda!!! E aí me deixa sempre sem palavras ou com as mesmas palavras repetidas: Que magnífico! Que coisa mais linda esse poema! Vc escreve divinamente!

    E por aí vai... e eu fico aqui, com cara de boba, lendo e relendo essas maravilhas que brotam do seu doce coração. :)

    Talvez seria melhor admirar seus versos em silêncio... né? rs

    Beijinho

    ResponderExcluir
  4. juuuuuuuuuuq lindo isso... ai amigo cada dia melhor heim!? bjokas!

    ResponderExcluir
  5. Olá meu amigo!!

    Mesmo que em retalhos, um pouco de fantasia, mostra o que foi- e como foi!

    Um forte abraço!

    nos encontramos no Alma.

    Vinicius.

    ResponderExcluir
  6. Eeei,teu blog é perfeito, parabéns!

    siga também por favor: www.lekaribeiro.blogspot.com

    e www.diariodeumagalera.blogspot.com

    Beijos e contibue assim que o teu blog vai longe *_____*

    ResponderExcluir
  7. Ohhh A triste decepção da quarta-feira de cinzas!!

    Adorei teu blog!!
    Sou a seguidora n° 100!! heheheh
    Tem prêmio para isso?? hihih

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Mesmo com palavras um triste o texto
    não deixa de ser
    lindo!

    ResponderExcluir
  9. Belo e triste poema.

    De retalho em retalho vamos construindo o manto que um dia nos protegerá de uma vida sem lembrança...

    Uma noite linda.Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Renata disse:
    No dia seguinte,após o encanto da festa,o que sobrou foram cinzas.Da fugacidade do belo momento,apenas a saudade ficou.

    ResponderExcluir
  11. Oi Junior, tudo bem??
    Liindo o texto! É muito ruim quando o amor muda de nome, de personagens e tudo fica cinza... temos de nos readaptar...
    Beijos e força meu amigo (:

    ResponderExcluir
  12. Preciso aprender a descobrir como viver dos retalhos que restaram de ti ...
    Lindo poema...
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente lindo o seu espaço!
    Seguindo aqui também. E assim que ler tudo ou grande parte dos textos, comento com mais conhecimento!
    beijOS e bom final de semana!!
    =*

    ResponderExcluir
  14. simplesmente lindo o seu espaço.
    seguindo aqui também.
    Assim que ler tudo ou grande parte dos textos, comento.
    beijOs e um otimo final de semana!

    ResponderExcluir
  15. Tem vezes que fico sem ter o que comentar diante dos belos textos que escreve, tudo tão perfeito e tão tocante que recusa qualquer tipo de seguimento.

    "E eu que pensei que poderias ser, quem sabe, meu amor,
    Não apenas este bom retrato mudo sobre a estante
    Ou o perfume de ausência impregnado no meu cobertor"

    As vezes nos doamos e esperamos demais.
    Bom fim de semana =*

    ResponderExcluir
  16. Como seu blog é fofinho, fiz um meme especial para você!

    http://www.primeiro-livro.com/2011/03/seu-blog-e-muito-fofinho-meme.html

    Espero que goste!
    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  17. Brilhante Junior, como sempre aliás, lindo os versos, megico como eles são ritimado e juntos norteiam perfeitamente agente a imaginar esse amor que virou cinzas e saudades.

    é um prazer imenso ler os seus escritos, simples, serenos e riquissimos de intenção, sentimento e alma... estimo muito seu talento... sucessoo!

    ResponderExcluir
  18. [aaaa] Cada vez se superando mais Parabéns *-* ... Retalhos são pedaços de pano, que com o tempo vão se desgastando e com os dias vão sendo esquecidos ... Beijos ! *-*

    ResponderExcluir
  19. Mtas ausencias saum inegaveis. Akbei de comentar no blog de um parceiro cujo titulo chamava-se Amor Sem Fim. E eu disse o q vou te dzer agora, nos temos mto esse pensamento de q todo amor verdadeiro naum tem fim, mas naum, tem sim. E tbm temos o pensamento de q soh existe um amor de verdade na vida e naum eh vdd, tem varios. Naum ha soh uma pessoa especial no mundo, ha mtas especiais.
    Te seguindo.

    http://anovacela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Ausência é um estar em mim.
    Adorei aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Tem um presente pra você no meu blog:

    http://meninasegredos.blogspot.com/2011/03/meu-selo-agradecimento.html

    Se gostar e aceitar, comente!

    Bjaum.*.*.

    ResponderExcluir
  22. Nem sei o que falar. Às vezes as sircunstâncias magoam a gente. Mas sempre há o momento em que temos que superar isso.

    Bjos querido!

    Nina

    ResponderExcluir
  23. "E eu que pensei que poderias ser, quem sabe, meu amor..."
    Quantas vezes pensei isso de alguém Junior, essa procura cansa demais, fere demais...o problema é que se a gente desiste, só vamos ter de fato retratos mudos sobre a estante e a gente merece mais, né? muito mais.
    Beijos meu querido poeta!

    ResponderExcluir
  24. aqui no paraná a gente tem um ditado, não sei se falam em algum outro lugar que diz assim:
    amor de verão não sobe serra.
    acrescentaram agora que amor de carnaval também não!

    ResponderExcluir
  25. oi amigão te selos para você lá em casa.abraço...

    ResponderExcluir
  26. Olá querido! Eu acho que pra quem gosta de Carnaval é exatamente esse sentimento aí que sente quando acaba e essa carinha da imagem que se faz, muito bom que ficou! Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  27. Como é triste o perfume da ausência...
    Tu está cada dia melhor em Júnior?
    As palavras são carregadas de uma melancolia, que de tão pura quase deixa de ser triste para ser tão somente: Bela
    adoro teu blog
    forte abraço e uma ótima semana pra ti!

    ResponderExcluir
  28. Junior...

    Um amor que se vai... deixa sempre fragmentos...! Muitas vezes ainda deixa esse tal "perfume de ausência"... que embriaga e vicia! E isso faz "confusão" em nossas emoções!

    Lindo post!

    Meus beijos!

    Sil

    ResponderExcluir

Muito obrigado por deixar seu comentário aqui!Você está dando vida a este blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...